Compaixão

Compaixão

Algumas vezes me senti impotente ao perceber que as minhas experiências de vida e meu conhecimento não podiam ser utilizados para aliviar o sofrimento das pessoas.

Mas percebi que me deram maturidade suficiente para olhá-las com humanidade, e isso significa compreender que eu não posso dizer a elas como resolver seus problemas ou interferir sem ser solicitada.

Não, sem ferir o seu direito de exercer o próprio poder de escolha.
Não, sem invadir seu espaço e seu universo impondo meu modo de resolver as coisas.
Não, sem lhes reduzir a impotentes vítimas.

Ao invés disso, passei apenas a olhá-las com amor e enxergar nelas a própria divindade capaz de solucionar tudo o que se manifesta em sua existência, com ou sem a minha ajuda.
Isso é compaixão.

D.C.B.

Imagem: Pixabay

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Instagram
Facebook
Receba novidades por Email
×
×

Carrinho

%d blogueiros gostam disto: