Quantas vezes você vai precisar voltar para cumprir sua missão?

Quantas vezes você vai precisar voltar para cumprir sua missão?

Você veio para dar continuidade ao trabalho que começou. A passagem entre vidas é uma breve interrupção. Uma vez que você esteja novamente no plano físico, será impulsionado a retomar o trabalho de onde parou.

Enquanto você não o fizer, a vida vai te chacoalhar. Isso vai doer. Os gatilhos serão repetidamente disparados, até que você retome o caminho programado.

Mas compreenda que você já sabe como funciona o sistema e no decorrer de suas vidas foi criando métodos para burlá-lo, a fim de conseguir cumprir sua missão. Você criou códigos, sinais, condições que te levassem a pontos frequenciais capazes de te tirar do estado de hipnose coletivo e te fizesse despertar para a sua real vida.

E você sabia que isso iria doer, que em alguns casos poderia até mesmo te confundir e levar à exaustão, à vontade de desistir. E muitas vezes você o faria. Porém, algo muito maior vibra dentro de você e te faz continuar recomeçando e buscando respostas. Isso faz de você um colaborador voluntário fundamental no processo de expansão e criação do novo mundo.

Quantas vezes você vai precisar voltar para cumprir sua missão? Tantas quantas forem necessárias, pois a chama divina que você é está disposta a tudo para concluir o projeto inicial. Por que deixar para depois o que pode ser feito agora?

Levante-se, recomponha-se, recolha suas ferramentas e faça o que veio fazer. A hora é agora. Seu coração é o seu guia na escuridão. Retorne ao seu eixo e siga com alegria neste lindo trabalho de luz.

D.C.B

2 pensou em “Quantas vezes você vai precisar voltar para cumprir sua missão?

    1. Olá! Grata por sua pergunta.
      Os códigos aos quais o texto se refere seriam muito individuais, podendo ser sutis, marcados por sincronicidades, símbolos que se repetem como números, animais, imagens, que te tragam a sensação de que algo mágico ou misterioso existe ali. Outros sinais são os próprios contrastes das experiências da vida. Nesse aspecto, contrastes seriam acontecimentos que nos causam dor profunda ou até traumas, e a partir deles, temos a oportunidade de descobrir o que não queremos, e criar um desejo daquilo que queremos. Geralmente, as pessoas que ainda não conseguiram despertar se sentem vítimas de tais acontecimentos, e eles se repetem. Já as que estão no processo de despertar e expansão, verão nisso um sinal de que algo precisa mudar e seguem em busca de respostas.
      Enfim, é um assunto bastante amplo. Mas os processos de interiorização, meditação e autoconhecimento costumam ajudar muito a enxergar tais códigos.

      Espero ter ajudado a esclarecer.

      Abraço!

      Denise A.D.A

Deixe uma resposta

Rolar para o topo