O que nos move

O que nos move

Realidades dolorosas são chaves de transformação. Quando vivenciamos algo que não queremos, imediatamente desejamos o contrário daquilo. A isso chamamos de contraste. Na maioria das vezes, nós só descobrimos o que nos move quando nos deparamos com algo que nos machuca.

Quando estamos conscientes, utilizamos o contraste como inspiração. Aceitamos a situação atual como ela é, fazemos o que está ao alcance para resolver, minimizar e compreender.

Então, tiramos o foco daquilo que é, dando energia, atenção e emoção àquilo que, agora, sabemos ser nosso verdadeiro desejo.

Até que estejamos preparados para aprender e crescer através do amor, atrairemos situações contrastantes. Elas são apenas mensageiras. Uma vez manifestadas no nosso campo de percepção, precisamos aceitá-las, liberá-las e não pensar mais nisso, a fim de que sua polaridade oposta se manifeste.

O amor é a resposta.

D.C.B

Ilustração: Denise Bruno

Deixe uma resposta