Somente por hoje

Não desista de você - somente por hoje

Não desista de você.
Quando está doendo o viver.

Somente por hoje,
abandone a luta.

Respire.
Sinta o sangue nas veias a pulsar.

Silencie o pensar.
Se permita no silêncio repousar

E amanhã, se ainda doer?

Toda dor, meu bem,
[e toda “des-dor”] é no agora.

Amanhã ainda não existe.

Mas quando ele (o amanhã) chegar,
você terá a oportunidade de escolher recomeçar:
a vida ou esse poema.

Somente por hoje.


Há uma máxima utilizada nas reuniões dos alcoólicos anônimos que diz: “Só por hoje… eu vou evitar o primeiro gole”. Essa é uma ferramenta para a vida toda. Eu tive meu primeiro contato com ela ainda criança, por volta dos 7 a 8 anos, quando meu pai frequentava as reuniões do AA.

Havia uma reunião específica para os familiares, na qual fui uma ou mais vezes (não sei ao certo). Mas lembro como se fosse hoje o que eu via e sentia. Havia um ar de tristeza (e esperança), mas ali todos estavam escolhendo viver, apesar da dor.

Eu já entendia o que significava a escolha diária da sobriedade, mas somente depois de muitos anos (décadas), aprendi a utilizar a afirmação para minha própria sobrevivência, não por dependência química, mas por dores existenciais tão destrutivas quanto.

Foi quando entendi que viver é um aglomerado de dias, bons ou ruins, vividos um de cada vez.

Nos dias em que é doloroso viver, eu afirmo:

Somente por hoje eu escolho viver, me acolhendo e me aceitando, doa o quanto doer.

Pois a cada dia bastam as suas próprias dores e prazeres. É vivendo um dia de cada vez que completamos a missão que nos cabe nesta louca, porém profunda e valiosa jornada humana.

D.C.B♡ via A.D.A

Deixe uma resposta

Rolar para o topo
Instagram
Receba novidades por Email