Criando realidades coletivas

Se no seu coração nasceu uma esperança e você se pegou vibrando com a possibilidade do país melhorar, continue vibrando. Essa é uma das suas maiores contribuições para a coletividade. Não é sinal de fraqueza, inocência, ignorância você esquecer por alguns instantes a realidade em que vivemos. Uma das coisas mais…

Continuar lendo Criando realidades coletivas

O grande teatro

Escolher um candidato diante do atual sistema político é como comprar ingresso para uma peça de teatro. Não importa qual peça você escolha, ainda estará na platéia. É estéril responsabilizar o voto das pessoas pelo que se vê no palco. Não há voto certo ou errado, pois o responsável pelo sistema…

Continuar lendo O grande teatro

O poder das palavras

Tudo o que existe é vibração eletromagnética. Desde um som até grandes objetos ou continentes.As palavras, por si só, possuem suas próprias vibrações e têm determinado efeito sobre pessoas e lugares. Quando entoadas ou escritas, se tornam instrumentos capazes de criar realidades.A repetição de palavras, em especial aquelas que carregam grande…

Continuar lendo O poder das palavras

Estruturas coletivas

Assim como o ódio constrói estruturas que podem prejudicar determinadas pessoas, o medo dessas mesmas pessoas envia tijolos que contribuem para essa construção. Porque através da imaginação, ambos alimentam energeticamente o mesmo cenário, e este, mesmo que a princípio fosse apenas algo hipotético, pela lei do magnetismo, passa a ter energia suficiente…

Continuar lendo Estruturas coletivas

Pare o pêndulo

Fluxo e refluxo, ataque e contra-ataque, ação e reação, esquerda e direita...Enquanto não houver consciência, o pêndulo irá balançar com igual força e intensidade de um extremo ao outro. Não é uma questão política. É uma questão de consciência coletiva. Somente quando a consciência coletiva estiver alinhada com o amor, a paz,…

Continuar lendo Pare o pêndulo