A menina embaixo da árvore, a árvore dentro do peito, a mulher que carrega as duas no coração. Neta de uma benzedeira, cresci conhecendo a força da cura energética e vendo com naturalidade as terapias alternativas. Enquanto minha avó seguia benzendo e curando, meu avô me ensinava com amor a arte de ser humanamente feliz. Ambos, o amor e a cura, caminhando juntos. Assim fui firmando algumas de minhas mais profundas raízes.

Uma criança que não se identificava muito com as demais. Precisava do silêncio e do isolamento (assim como a mulher que me tornei). Passava horas sozinha brincando no quintal com as folhas secas, pedras, areia, pequenos galhos, quaisquer coisas que despertassem a curiosidade. Desenvolvi habilidades artísticas, como forma de expressão de minha natureza criativa.

Não demorou muito para que a vida se revelasse dolorosa para uma pessoa que nada sabia – ou não se lembrava – sobre as armadilhas da dualidade de um planeta denso de terceira dimensão. Mas isso era apenas mais uma oportunidade para essa alma antiga experienciar aquilo que havia escolhido no plano de possibilidades para essa nova jornada.

Em busca de respostas que pudessem trazer alívio às minhas crises existenciais e mergulhos nas profundezas de minhas próprias sombras, comecei a passar por um longo processo de despertar.

Tudo começou a mudar quando fiz minha iniciação em Reiki em 2013, e então as portas com as respostas começaram lentamente a se abrir, me trazendo ainda mais portas, mais expansão, mais possibilidades. Eu precisava aprender a me curar sozinha. Só trazia na alma essa certeza e assim prossegui aprendendo.

Em 2015 tornei-me Reikiana Nível II pelo Instituto Reiki BR com o mestre Plínio Moreira, posteriormente fiz alguns cursos de desenvolvimento pessoal como:

O curso Fluxo Total em 2015 pelo Plenitude Desenvolvimento Humano de Márcia Luz – Nesse curso aprendi sobre como estar em pleno fluxo com o universo para manifestar aquilo que eu precisava para minha vida;

Conexão Quântica nível Intermediário em 2016 pelo Instituto Céu de Alegria com Ricardo Oliveira – meu contato inicial direto com a física quântica que me abriu os olhos para uma das principais leis universais que agem em nossas vidas;

Sou Mulher pelo Instituto Moporã em 2017, tive um aprendizado mais profundo sobre a psique feminina, o sagrado feminino, a relação entre as deusas e a psicologia feminina, aumentando minha sensibilidade para o meu mundo interior.


Atualmente (agora em 2019), estou cursando Optimal EFT e Gold EFT com o pai do EFT Gary Craig sob orientação de Sonia Novinsky, técnica que eu já utilizava para a minha auto-cura, mas que eu precisava ter um conhecimento mais profundo de como funcionavam, e nada melhor do que fazer um curso diretamente com aquele que o criou, sem distorções ou interpretações diversas. Estou cada vez mais apaixonada pelo EFT, em especial o Optimal, que é muito parecido com o meu processo de conexão com a Àrvore do Amor.

Paralelamente, nesses últimos anos tomei conhecimento do Ho-oponopono tradicional pelo Dr. Hew Len e passei a praticá-lo, encontrando uma das formas mais eficientes de cura quântica disponíveis até o momento. Recentemente, tive contato com o Ho-oponopono da Nova Era, apresentado por Luciana Atrorrezzi, que traz uma nova forma de praticar o mantra de cura, o qual venho praticando e testando.

Todas essas linguagens se complementam e se confirmam, me trazendo ainda mais segurança em continuar meu trabalho de expansão de consciência. Mais do que conteúdo teórico, todos esses recursos foram testados por mim, e me trouxeram os mais diferentes resultados, incríveis experiências, e o principal, me levam cada vez mais a aprofundar no meu retorno para casa, que é o meu próprio mundo interior. Nenhuma ferramenta é válida se não te levar ao reencontro consigo mesmo.

Eu não tenho um rótulo que me defina, apenas Sou.

Denise C. Bruno