existência

Essa vida nunca se repetirá

Você é um ser único.
Você sempre existirá como alma experimentando outras vidas.
Mas exatamente como é, com essa personalidade, esse corpo, ambiente, essa vida nunca se repetirá.
Essa é uma oportunidade inigualável de experimentar a existência.

Tente não desperdiçá-la com excessivas distrações que te mantenham amortecido.
Filmes, jogos, redes sociais, entretenimentos diversos, podem ser ferramentas de alavancagem vibracional ou breve descanso da mente se usados com moderação. Mas você realmente poderá se ressentir ao fim dessa jornada, ao deixar a matéria, e descobrir que desperdiçou tanto tempo fugindo de si mesmo e da grande oportunidade de se autoconhecer, modelar sua própria realidade e dar pleno sentido a ela.

A ideia de ciclo reencarnatório linear pode dar a impressão de que há uma continuidade, e que você poderá ou deverá de alguma forma compensar o tempo perdido e as escolhas feitas nas próximas vidas. Mas não é assim que acontece.

Todas as vidas acontecem simultaneamente, e a linearidade tempo-espaço só existe nessa densidade material.
Fora dela, tudo está no presente. Suas várias existências não são continuações uma da outra, mas sim paralelas e independentes entre si, de acordo com suas escolhas temáticas de experimentação.

Ame essa existência como se fosse a única, e assim conseguirá fazer escolhas mais harmônicas com sua própria essência.

Não há uma carga histórica ou uma lista de erros a serem reparados.
Aquilo que algumas culturas ou religiões chamam de carmas, não são imposições de punições. Cada vida é uma folha em branco, onde sua principal missão é experimentar e expandir sua alma.
Nenhum humano nasceu para sofrer, mas para ter vida plena. Tome posse do seu direito de viver a partir dos anseios do seu coração.

Árvore do Amor
___A.D.A___

Imagem: Arquivo pessoal de viagem (Rio de Janeiro)

Siga adiante

Não permita que a culpa sobrecarregue seus ombros nem escureça seus caminhos. Ao perceber que sua escolha resultou em dor, para si ou para outros, e na impossibilidade de corrigir ou modificar de imediato a situação, busque a transmutação desse sentimento no amor a si e a possíveis envolvidos.

Siga adiante sem rememorar o acontecido, e se ocupe com aquilo que esteja alinhado com a alegria pura de seu coração, preservando pensamentos e ações corretas, de acordo com seus princípios, aprimorando as próprias condutas dentro do possível, para o bem comum e próprio.

Você ansiará tão profundamente pela oportunidade de compensar aquela escolha, que por força de magnetismo, mais tarde ela surgirá diante de você, seja nessa ou em outras moradas da existência. Muitas vezes, estará em plena consciência e envolta em atmosfera amorosa, outras vezes, terá esquecido de seu desejo, mas a sua alma sempre saberá.

E isso não será um processo cármico, nem uma predestinação, será apenas a manifestação da sua própria vontade em busca da expansão plena.

Porém, se ao contrário alimentar a culpa, acabará criando para si situações que representem punições, as quais muitas vezes não correspondem a uma compensação do ato realizado. Em vez disso, poderia apenas oferecer ao mundo uma real colaboração através de sua própria essência criativa, alegre e amorosa.

Mas lembre-se que a qualquer momento você pode se beneficiar de sua própria compaixão, absolvendo-se da culpa, porque pela consciência amorosa, tudo se renova.

Porque pela consciência amorosa, tudo se renova.

A.d.a

Esse texto possui uma versão narrada em vídeo

Nós estamos escolhendo o tempo todo

Nós estamos escolhendo o tempo todo. E essas escolhas nem sempre são conscientes. Mas todas elas são vibracionais.

Antes de nascer para esta experiência física, fizemos escolhas que serviriam de ponto de partida para a atual aventura humana.

Durante a gestação e após nascermos, continuamos escolhendo e, dessa vez, também sob influência do meio: aquele que nós mesmos escolhemos.

Sempre há novas escolhas a cada segundo, mesmo que as escolhas anteriores tenham sido muito diferentes. E a cada escolha, novas infinitas possibilidades se tornam disponíveis.

Nada é obrigatório, nada é definitivo, exceto a expansão. Essa é a nossa contribuição individual com a existência.

A.D.A

Nós estamos escolhendo o tempo todo. E essas escolhas nem sempre são conscientes. Mas todas elas são vibracionais.

Deus não está decidindo por você

Se você não está decidindo sua vida, alguém está fazendo isso por você. E esse alguém não é Deus.

Deus não está decidindo por você.


Quando se diz: "se Deus quiser", "Graças a Deus", no intuito de se fazer humilde diante de um Ser superior, está apenas trilhando o caminho mais fácil diante daquilo que não se acha capaz de controlar, e ainda, daquilo que não se buscou compreender.

São frases inconscientes de terceirização e ausência de responsabilidade sobre as próprias escolhas.
Deus não "quer" algo para você. Não é possível que algo ou alguém fora de você tenha controle sobre a forma como os princípios universais respondem à sua existência.

A Consciência Suprema é uma mente criadora ("O todo é mente"), e desenvolveu um sistema perfeito, que funciona sozinho a partir de um mecanismo movido pelas escolhas individuais de cada ser. Esse sistema compreende um conjunto de princípios universais que se complementam (princípios herméticos).

São esses os responsáveis pelo que se manifesta em suas experiências humanas através daquilo que você vibra, a partir de crenças, pensamentos, sentimentos e ações.

Mesmo que isso tenha sido imposto a você por um sistema de controle externo, tudo o que se manifesta em sua vida são reações ao que você é, ou melhor, se tornou no decorrer de sua existência.

E as coisas acontecem graças a você, sejam elas agradáveis ou não. Você pode continuar terceirizando a responsabilidade, ou pode assumi-la e fazer uma parceria consciente com a Consciência Suprema, ou o Mecanismo Universal, que respeita primordialmente o seu livre arbítrio.

Isso pode não dar a você o poder de controlar os acontecimentos, mas vai te dar a compreensão de que a vida é muito mais do que simplesmente um acaso, uma escolha de um ser superior que quer sua adoração ou um golpe de sorte.

A vida é mais que isso. Descubra e assuma seu poder.

D.C.B

Você é a luz deste mundo

Este é o momento para o qual você vem se preparando. Percebe que há algo diferente em você desde que se conhece como ser humano? Percebe que há alguma sabedoria te mostrando que algo muito maior te mantém nessa existência?

Se em algum momento sua confiança se estremeceu, sua luz enfraqueceu, não sinta culpa. São apenas manifestações da própria experiência humana para a qual você se voluntariou.

Agora é hora de se recordar quem é. Alma antiga, é hora de Ser. Silencie, relembre de sua essência divina que flui através de cada uma de suas células.

Foi pra isso que você se preparou. Não há o que temer. Faça o que for necessário para preservar este corpo, seu templo individual que acolhe a sua vida humana, mas lembre-se que você tem uma missão, e está aqui em função dela, não do seu ego.

Não tema perder tudo aquilo que nunca te pertenceu. A maior dádiva é habitar este corpo físico enquanto for possível, mas não nos apegarmos a ele. E sim, utilizá-lo como meio para cumprir a missão de apenas Ser, neste momento, a luz que dissipa toda a treva, toda a ilusão, todo o medo.

É um reset. Uma reinicialização. Deixe ir o que não faz mais sentido. Permita que o novo te preencha de dentro para fora. E acima de tudo, coragem! Lembre-se que está aqui a serviço do seu Plano Maior. Nada te levará daqui até que você cumpra aquilo que programou para sua própria jornada.

Guarde no coração a certeza de que haverá um momento de partida para todos nós para os planos sutis, mas ele só chegará de acordo com o que cada alma tenha consentido por livre escolha, ainda que sua mente não esteja consciente disso.

Você é a luz deste mundo. Recorde-se disso e permita-se existir no amor, que neste momento é o único objetivo e o caminho para fazermos novas todas as coisas. Agora é a hora de seguir o coração.

d.c.b.

Você é a luz do mundo

Imagem: Denise Bruno Studio

A percepção da dor

Enquanto você se agarrar ao que não é permanente, ao que reflete apenas as manifestações do seu ego, da identidade ilusória que você acredita ser, a vida vai doer.

Você poderá alcançar momentos de êxtase a partir do que é impermanente, mas dessa forma será lançado com a mesma intensidade para a polaridade inversa a ele. Isso inclui seus conhecimentos, seu corpo, suas conquistas, seus relacionamentos, bens, ideais, religião, valores... tudo aquilo que te leva a uma auto-imagem, mas não é você.

Então sua vida será esse vai e vem, esse pêndulo desgovernado que hora te leva ao céu, hora te leva ao inferno.

Mas quando você começar a vibrar alegre e harmoniosamente com aquilo que é permanente, imaterial, intangível, abrindo mão do apego a qualquer ideia, coisa ou pessoa, então você estará em fluxo com a vida em sua totalidade, de forma que não haverá mais percepção de dor, mas sim de que tudo está de acordo com a ordem universal da qual somos parte inseparável, e através da qual experienciamos a graça da existência.

DCB

Imagem: Pixabay

Compaixão

Algumas vezes me senti impotente ao perceber que as minhas experiências de vida e meu conhecimento não podiam ser utilizados para aliviar o sofrimento das pessoas.

Mas percebi que me deram maturidade suficiente para olhá-las com humanidade, e isso significa compreender que eu não posso dizer a elas como resolver seus problemas ou interferir sem ser solicitada.

Não, sem ferir o seu direito de exercer o próprio poder de escolha.
Não, sem invadir seu espaço e seu universo impondo meu modo de resolver as coisas.
Não, sem lhes reduzir a impotentes vítimas.

Ao invés disso, passei apenas a olhá-las com amor e enxergar nelas a própria divindade capaz de solucionar tudo o que se manifesta em sua existência, com ou sem a minha ajuda.
Isso é compaixão.

D.C.B.

Imagem: Pixabay

Rolar para o topo