ilusão

O princípio da criação

Dizem que quando olhamos para as estrelas no céu, estamos olhando para o passado, já que a maioria delas está a muitos anos-luz de distância. Enquanto sua luz ainda está sendo vista daqui, é possível que já tenham desaparecido há milhares de anos.

Ou seja, apesar de estarmos vendo realmente com nossos olhos físicos, a imagem é apenas uma ilusão. Uma projeção.

Da mesma forma, quando olhamos para a realidade manifestada, estamos olhando para o passado. A realidade manifestada é o estágio atual e avançado de um processo criativo que começou com um pensamento.

Assim como não podemos mudar a imagem do céu que se manifesta diante dos nossos olhos, também não podemos mudar a realidade já manifestada, exceto de forma muito limitada materialmente.

Mas com novos pensamentos podemos criar a próxima realidade que irá substituir essa, e aguardar até que a luz dessa nova realidade se manifeste diante do nosso campo de percepção material. A diferença é que a realidade pode se manifestar até mais rápido do que a luz das estrelas.

Esse é o princípio da criação.

ADA Árvore do Amor

Expansão consciente ou inconsciente?

Quando você opta pela expansão de consciência, a vida vai te trazer situações que irão destruir tudo aquilo que você não é. Essas situações muitas vezes chegarão como açoites e causarão uma percepção de dor ou sofrimento.

Isso se repetirá até que cada ilusão que você tem sobre a vida seja eliminada. Nesse momento você retorna ao ponto zero. O ponto onde você se torna a própria manifestação da consciência universal.

Portanto, se você optou pelo caminho da consciência, abra-se o quanto antes para o campo das infinitas possibilidades, quebre seus paradigmas, quebre a sua auto-imagem, abandone a bagagem histórica do seu personagem.

Entenda que a vida vai doer de qualquer forma, mas a consciência transcende o sofrimento. Para aqueles que optam por expandir, o processo será acelerado. As situações propulsoras da limpeza virão como avalanches. Isso pode causar medo e paralisação. Mas optar por não expandir trará ainda mais percepção de dor.

Portanto, a expansão não é uma opção, é uma lei. Porém, quando você decide pela expansão conscientemente, está tomando posse do seu poder de criador e contribuindo com o Plano Maior de forma voluntária.

Portanto, a expansão não é uma opção, é uma lei. Porém, quando você decide pela expansão conscientemente, está tomando posse do seu poder de criador e contribuindo com o Plano Maior de forma voluntária.

Nós não viemos para sofrer, viemos para vivenciar a experiência humana de forma plena. Mas isso requer coragem, amor e entrega ao milagre da existência.

D.C.B

Rolar para o topo