mecanismo universal

A coragem para as escolhas da vida

Não há escolha certa ou errada do ponto de vista vibracional. Há apenas como viver de acordo com o coração ou contra ele.


Viver pelo coração significa viver com coragem. E a coragem é um estado de consciência onde você se fortaleceu o suficiente para confiar plenamente na vida.

Confiar que você é um ser vibracional e que nada acontece se não houver uma necessidade, alinhamento ou permissão real da sua alma.

Confiar que o que acontece a você é uma resposta a quem você já é. E para se alinhar com acontecimentos diferentes, precisa se tornar o ser que corresponde vibracionalmente a eles.

No estado de confiança, você compreende o mecanismo universal e sabe que não é a escolha em si que vai fazer a diferença, mas o que você está sentindo quando opta por uma ação ou a ausência dela.

A vida não pode ser controlada. Somos como pequenos barcos no meio do oceano. Só precisamos procurar pelo farol e não perdê-lo de vista. Não importa o que aconteça, quando estamos olhando para a luz, sabemos qual é nossa direção. Mesmo que no caminho haja tempestades e até mesmo um naufrágio que por algum motivo nos impeça de chegar à terra firme, fizemos o que precisava ser feito. Até ali, a luz nos guiou.

O farol da vida é o coração. Ele nunca erra. Remar ou deixar de remar é uma escolha de cada navegador de acordo com as condições do mar, da sua sabedoria interior e do seu barco. Não é possível errar. A vida vai manifestar a soma de quem nos tornamos até ali e trazer as experiências que precisamos para alcançarmos a consciência plena, seja neste plano ou além do véu.

E quando a dúvida surge, é necessário firmar os olhos na luz e esperar que nossa sabedoria interior nos diga quais escolhas e ações são mais alinhadas com quem somos e onde queremos chegar.

A vida ou a morte não são resultados de escolhas certas ou erradas. São apenas respostas a quem somos. Vida e morte são partes de um mesmo caminho. O fim de uma é o início da outra. O que há em comum entre ambas é o farol que nos guia.

E o farol nunca se apaga.

A.D.A

Deus não está decidindo por você

Se você não está decidindo sua vida, alguém está fazendo isso por você. E esse alguém não é Deus.

Deus não está decidindo por você.


Quando se diz: "se Deus quiser", "Graças a Deus", no intuito de se fazer humilde diante de um Ser superior, está apenas trilhando o caminho mais fácil diante daquilo que não se acha capaz de controlar, e ainda, daquilo que não se buscou compreender.

São frases inconscientes de terceirização e ausência de responsabilidade sobre as próprias escolhas.
Deus não "quer" algo para você. Não é possível que algo ou alguém fora de você tenha controle sobre a forma como os princípios universais respondem à sua existência.

A Consciência Suprema é uma mente criadora ("O todo é mente"), e desenvolveu um sistema perfeito, que funciona sozinho a partir de um mecanismo movido pelas escolhas individuais de cada ser. Esse sistema compreende um conjunto de princípios universais que se complementam (princípios herméticos).

São esses os responsáveis pelo que se manifesta em suas experiências humanas através daquilo que você vibra, a partir de crenças, pensamentos, sentimentos e ações.

Mesmo que isso tenha sido imposto a você por um sistema de controle externo, tudo o que se manifesta em sua vida são reações ao que você é, ou melhor, se tornou no decorrer de sua existência.

E as coisas acontecem graças a você, sejam elas agradáveis ou não. Você pode continuar terceirizando a responsabilidade, ou pode assumi-la e fazer uma parceria consciente com a Consciência Suprema, ou o Mecanismo Universal, que respeita primordialmente o seu livre arbítrio.

Isso pode não dar a você o poder de controlar os acontecimentos, mas vai te dar a compreensão de que a vida é muito mais do que simplesmente um acaso, uma escolha de um ser superior que quer sua adoração ou um golpe de sorte.

A vida é mais que isso. Descubra e assuma seu poder.

D.C.B

Rolar para o topo