responsabilidade

Deus não está decidindo por você

Se você não está decidindo sua vida, alguém está fazendo isso por você. E esse alguém não é Deus.

Deus não está decidindo por você.


Quando se diz: "se Deus quiser", "Graças a Deus", no intuito de se fazer humilde diante de um Ser superior, está apenas trilhando o caminho mais fácil diante daquilo que não se acha capaz de controlar, e ainda, daquilo que não se buscou compreender.

São frases inconscientes de terceirização e ausência de responsabilidade sobre as próprias escolhas.
Deus não "quer" algo para você. Não é possível que algo ou alguém fora de você tenha controle sobre a forma como os princípios universais respondem à sua existência.

A Consciência Suprema é uma mente criadora ("O todo é mente"), e desenvolveu um sistema perfeito, que funciona sozinho a partir de um mecanismo movido pelas escolhas individuais de cada ser. Esse sistema compreende um conjunto de princípios universais que se complementam (princípios herméticos).

São esses os responsáveis pelo que se manifesta em suas experiências humanas através daquilo que você vibra, a partir de crenças, pensamentos, sentimentos e ações.

Mesmo que isso tenha sido imposto a você por um sistema de controle externo, tudo o que se manifesta em sua vida são reações ao que você é, ou melhor, se tornou no decorrer de sua existência.

E as coisas acontecem graças a você, sejam elas agradáveis ou não. Você pode continuar terceirizando a responsabilidade, ou pode assumi-la e fazer uma parceria consciente com a Consciência Suprema, ou o Mecanismo Universal, que respeita primordialmente o seu livre arbítrio.

Isso pode não dar a você o poder de controlar os acontecimentos, mas vai te dar a compreensão de que a vida é muito mais do que simplesmente um acaso, uma escolha de um ser superior que quer sua adoração ou um golpe de sorte.

A vida é mais que isso. Descubra e assuma seu poder.

D.C.B

A expansão de consciência é irrevogável

O problema de se tornar consciente de algo, é que automaticamente você passa a ter responsabilidade por suas escolhas em torno daquilo.

Por mais que continue se apoiando mentalmente sobre as antigas justificativas, crenças e hábitos, agora você já está preso ao que conhece e, uma vez tendo conhecido a verdade, já não é possível voltar atrás.

Nenhuma consciência pode regredir ao ponto anterior. A expansão de consciência é irrevogável.

Dessa forma, em relação ao assunto do qual se tornou consciente, você continua tendo total liberdade para escolher entre fazer o que precisa ser feito ou continuar fazendo o que fazia antes.

Mas se optar por seguir o caminho inverso à expansão, sua consciência emitirá vários alertas de perigo em forma de emoções conflitantes e criará pontos de atração, que vão gerar situações que causem sensações desagradáveis, a fim de que você reprograme a sua rota.

É por isso que a maioria das pessoas opta por não buscar respostas, não questionar sobre o que comem, assistem, vestem, pensam, repetem mecanicamente em suas rotinas.

Porque consciência é compromisso com o novo, com a quebra de paradigmas e hábitos até então considerados normais, dentro de um sistema de controle onde pensar diferente é considerado loucura, cruelmente punido com a exclusão social e rejeição.

Mas ainda assim, há aqueles que tomaram a frente e se voluntariaram no processo de expansão, mudando a si próprios, e estão criando um mundo novo de dentro para fora.

Nisso está o seu poder.

D.C.B

O que estou sentindo?

Nossos corpos são criados no estado de perfeição e permanecem assim enquanto a energia vital circula livremente por eles.
Quando acumulamos emoções de baixas frequências, elas criam bloqueios nos canais por onde a energia vital flui. Sem ela, nossos corpos enfraquecem e muitas vezes manifestam doenças.

Embora geralmente seja possível tratar os corpos sutis e físico, muitas lesões tornam-se difíceis de se reverter, diminuindo nossa qualidade e expectativa de vida.

Por isso, a melhor forma de cuidar dos nossos corpos é limpando os bloqueios energéticos antes que se materializem como doenças. E principalmente, aprendendo a evitá-los.

Diante disso, é importante praticarmos a presença no aqui e agora, observando e questionando o tempo todo - O que eu estou sentindo?
Identificando a memória onde está enraizada aquela emoção, é possível utilizar técnicas para limpar seus efeitos.

Depois disso, até mesmo pedir ajuda se torna um ato consciente, onde não se terceiriza a responsabilidade, mas se permite que os médicos / terapeutas contribuam com ferramentas para as quais estão habilitados, enquanto seguimos fazendo nossa parte.


A saúde é um estado de permissão.

A.D.A

Ilustração: Denise Bruno

O poder das palavras

Tudo o que existe é vibração eletromagnética. Desde um som até grandes objetos ou continentes.
As palavras, por si só, possuem suas próprias vibrações e têm determinado efeito sobre pessoas e lugares. Quando entoadas ou escritas, se tornam instrumentos capazes de criar realidades.
A repetição de palavras, em especial aquelas que carregam grande significado histórico associado ao sofrimento, à dor, e a acontecimentos das mais baixas vibrações, são capazes de criar grandes campos magnéticos e atrair aquilo que representam (o mesmo ocorre com palavras que remetem a vibrações elevadas).


É importante termos consciência e responsabilidade por nossas palavras, principalmente quando as lançamos em redes sociais, pois tudo o que falamos, escrevemos e sentimos interfere na criação da realidade que iremos vivenciar.


Nós somos seres vibracionais e possuímos poder criador. E enquanto estivermos agindo de forma inconsciente, vamos criar muitas coisas que tememos ou não queremos.
Importante lembrar que há uma inteligência superior que cuida para que um plano maior seja cumprido neste mundo, e que grandes egrégoras podem interferir a favor ou contra esse plano, mas que ainda sim ele se cumprirá quando chegar ao ápice.


Porém, ele não livrará cada um daquilo que criou para si e para o campo coletivo. Ou seja, estamos vivendo sob diversas leis universais, dentre elas a lei do livre arbítrio, onde cada um pode fazer suas próprias escolhas, porém, pela lei do magnetismo, irá receber de volta aquilo que livremente emanou, independente de como esteja o cenário político e social de seu país. 
Vibremos amor, unicidade e luz.


D.C.B
Publicado originalmente em 14/10/2018, em página pessoal no Facebook
Crédito de imagem: Pixabay
Rolar para o topo