Despertar

Essa vida nunca se repetirá

Você é um ser único.
Você sempre existirá como alma experimentando outras vidas.
Mas exatamente como é, com essa personalidade, esse corpo, ambiente, essa vida nunca se repetirá.
Essa é uma oportunidade inigualável de experimentar a existência.

Tente não desperdiçá-la com excessivas distrações que te mantenham amortecido.
Filmes, jogos, redes sociais, entretenimentos diversos, podem ser ferramentas de alavancagem vibracional ou breve descanso da mente se usados com moderação. Mas você realmente poderá se ressentir ao fim dessa jornada, ao deixar a matéria, e descobrir que desperdiçou tanto tempo fugindo de si mesmo e da grande oportunidade de se autoconhecer, modelar sua própria realidade e dar pleno sentido a ela.

A ideia de ciclo reencarnatório linear pode dar a impressão de que há uma continuidade, e que você poderá ou deverá de alguma forma compensar o tempo perdido e as escolhas feitas nas próximas vidas. Mas não é assim que acontece.

Todas as vidas acontecem simultaneamente, e a linearidade tempo-espaço só existe nessa densidade material.
Fora dela, tudo está no presente. Suas várias existências não são continuações uma da outra, mas sim paralelas e independentes entre si, de acordo com suas escolhas temáticas de experimentação.

Ame essa existência como se fosse a única, e assim conseguirá fazer escolhas mais harmônicas com sua própria essência.

Não há uma carga histórica ou uma lista de erros a serem reparados.
Aquilo que algumas culturas ou religiões chamam de carmas, não são imposições de punições. Cada vida é uma folha em branco, onde sua principal missão é experimentar e expandir sua alma.
Nenhum humano nasceu para sofrer, mas para ter vida plena. Tome posse do seu direito de viver a partir dos anseios do seu coração.

Árvore do Amor
___A.D.A___

Imagem: Arquivo pessoal de viagem (Rio de Janeiro)

Não se trata de merecimento

Não se trata de merecimento.
Se receber da vida o que precisamos ou desejamos fosse mediante mérito, adquirido por nosso esforço ou bondade, certamente muitos de nós estaríamos milionários, saudáveis e plenos.

Mas observe em toda a história conhecida da humanidade, quantos foram aqueles que se beneficiaram do próprio poder sobre os demais, sem amor, bondade ou o que consideramos merecimento, acumulando riquezas às custas do sofrimento de outros, e em muitos casos foram até glorificados. E isso não significa que o caminho do amor não seja ainda a melhor escolha.

Não há merecimento. Há apenas a predominância de um padrão vibracional criado e mantido por crenças, que os levou e manteve lá, de forma consciente ou não.
Imagine então, quantas coisas maravilhosas não fariam os seres humanos de consciência amorosa, se tivessem acesso a esses conhecimentos?

Quantos seres ascensos mais precisarão vir em forma humana para contar o que poucos estão dispostos a ouvir? Todas as verdades já foram ditas, em vários formatos e por vários mestres diferentes. E no entanto, a grande maioria continua tapando olhos e ouvidos. Pois saber exige coragem para o abandono de tudo o que se acreditava ser, e o comprometimento com a busca pela verdade.

Porque comer do fruto da árvore da verdade, a princípio faz parecer que você está sendo expulso do paraíso. Mas após o despertar, descobre que o aparente paraíso era a própria prisão disfarçada.

Lilith Ada

Série: Cartas de Lilith

Árvore do Amor

Quando você escolhe voltar

Quando você finaliza a experiência na fisicalidade, passa a ter seu foco baseado na totalidade do seu ser.

Ou seja, deixando aquela condição que te impede temporariamente de enxergar a vida com os olhos da consciência Suprema, você volta a pensar como Ela.

E a consciência Suprema tem um modo muito diferente de pensar.

Fora do corpo físico, você é a própria Consciência em estado individualizado e portanto, passará a fazer suas escolhas a partir dessa visão expandida.

Quando você decide viver uma nova experiência na fisicalidade, sua escolha é baseada no propósito mais elevado de seu Ser. Nessa condição, você não sofre influência das emoções humanas. Dessa forma, não sucumbe ao medo, ao ódio, à tristeza. Isso porque você está totalmente focado na polaridade positiva.

Mesmo sabendo que vida na matéria tem suas limitações e oscilações entre as polaridades, quando você escolhe voltar, o faz com a certeza de que viverá experiências incríveis e retornará ainda mais expandido para continuar sua jornada de criador de sua própria realidade.

Deus não está decidindo por você

Se você não está decidindo sua vida, alguém está fazendo isso por você. E esse alguém não é Deus.

Deus não está decidindo por você.


Quando se diz: "se Deus quiser", "Graças a Deus", no intuito de se fazer humilde diante de um Ser superior, está apenas trilhando o caminho mais fácil diante daquilo que não se acha capaz de controlar, e ainda, daquilo que não se buscou compreender.

São frases inconscientes de terceirização e ausência de responsabilidade sobre as próprias escolhas.
Deus não "quer" algo para você. Não é possível que algo ou alguém fora de você tenha controle sobre a forma como os princípios universais respondem à sua existência.

A Consciência Suprema é uma mente criadora ("O todo é mente"), e desenvolveu um sistema perfeito, que funciona sozinho a partir de um mecanismo movido pelas escolhas individuais de cada ser. Esse sistema compreende um conjunto de princípios universais que se complementam (princípios herméticos).

São esses os responsáveis pelo que se manifesta em suas experiências humanas através daquilo que você vibra, a partir de crenças, pensamentos, sentimentos e ações.

Mesmo que isso tenha sido imposto a você por um sistema de controle externo, tudo o que se manifesta em sua vida são reações ao que você é, ou melhor, se tornou no decorrer de sua existência.

E as coisas acontecem graças a você, sejam elas agradáveis ou não. Você pode continuar terceirizando a responsabilidade, ou pode assumi-la e fazer uma parceria consciente com a Consciência Suprema, ou o Mecanismo Universal, que respeita primordialmente o seu livre arbítrio.

Isso pode não dar a você o poder de controlar os acontecimentos, mas vai te dar a compreensão de que a vida é muito mais do que simplesmente um acaso, uma escolha de um ser superior que quer sua adoração ou um golpe de sorte.

A vida é mais que isso. Descubra e assuma seu poder.

D.C.B

A expansão de consciência é irrevogável

O problema de se tornar consciente de algo, é que automaticamente você passa a ter responsabilidade por suas escolhas em torno daquilo.

Por mais que continue se apoiando mentalmente sobre as antigas justificativas, crenças e hábitos, agora você já está preso ao que conhece e, uma vez tendo conhecido a verdade, já não é possível voltar atrás.

Nenhuma consciência pode regredir ao ponto anterior. A expansão de consciência é irrevogável.

Dessa forma, em relação ao assunto do qual se tornou consciente, você continua tendo total liberdade para escolher entre fazer o que precisa ser feito ou continuar fazendo o que fazia antes.

Mas se optar por seguir o caminho inverso à expansão, sua consciência emitirá vários alertas de perigo em forma de emoções conflitantes e criará pontos de atração, que vão gerar situações que causem sensações desagradáveis, a fim de que você reprograme a sua rota.

É por isso que a maioria das pessoas opta por não buscar respostas, não questionar sobre o que comem, assistem, vestem, pensam, repetem mecanicamente em suas rotinas.

Porque consciência é compromisso com o novo, com a quebra de paradigmas e hábitos até então considerados normais, dentro de um sistema de controle onde pensar diferente é considerado loucura, cruelmente punido com a exclusão social e rejeição.

Mas ainda assim, há aqueles que tomaram a frente e se voluntariaram no processo de expansão, mudando a si próprios, e estão criando um mundo novo de dentro para fora.

Nisso está o seu poder.

D.C.B

Silenciando as redes sociais

De tempos em tempos, precisamos fechar os olhos para todas fontes de informação externas, até mesmo aquelas que consideramos de alta qualidade, para permitir que nossa alma possa nos falar o que realmente precisamos saber.

Excesso de conteúdos nos desgastam. Que tal reduzirmos o consumo de informação e também produzir conteúdos somente quando houver uma inspiração real?

Estamos todos cansados de conteúdos sem alma

Estamos todos cansados de conteúdos sem alma, despejados aos montes nos feeds por conta de uma corrida pelo ouro digital, que é a tal da audiência, métricas, reconhecimento e tudo mais que nos afasta de nós mesmos.

O que podemos fazer para nos preservar da interferência negativa das redes:

  • Sair das redes sociais ou reduzir o tempo de permanência (nas configurações há recursos para programar um alerta quando atingir o tempo que você definir)
  • Silenciar perfis que publicam em excesso
  • Silenciar perfis cujo conteúdo cause emoções negativas (pessoas que divulgam estatísticas, que criticam, se vitimizam, que divulgam notícias das mídias de massa (tv), política, qualquer coisa que nos cause desconforto, tristeza ou raiva.

Isso sem contar outras fontes de absorção de conteúdo externo. Nós somos parte daquilo que consumimos.

E depois disso, nos acolher no silêncio mental e emocional, permitindo que a Fonte nos traga a inspiração para seguir adiante com sabedoria e paz.

Amor seletivo e o colapso planetário

Nós, seres humanos, temos por hábito amar seletivamente. Dizemos amar a humanidade, mas escolhemos amar apenas a alguns seres humanos enquanto ignoramos ou odiamos outros. Dizemos amar os animais enquanto protegemos alguns e comemos outros.

Não somos seres que amam. Somos seres que direcionam o respeito, afeto e compaixão somente a quem é conveniente. E isso não é amor. Pode ser qualquer outra coisa: apego, emotividade, exploração, dependência, egoísmo, mas não amor.

Fomos ensinados a viver a separação como se disso dependesse nossa sobrevivência. E quanto mais vivemos essa separacão, mais enfraquecemos como indivíduos, como coletivo e como partes de um único organismo vivo que está em colapso: o planeta.

Amor real não é uma emoção, é um estado de consciência que gera ações individuais em prol do todo. Por isso, amor verdadeiro unifica e não segmenta.

É direito de cada um escolher, mas apenas uma escolha contribui para um mundo onde a humanidade poderá não apenas continuar existindo fisicamente, mas ter vida plena em comunhão com todos os outros seres.

Já não há tempo.

A sua maior missão agora

Os últimos acontecimentos devem ter tirado o seu estado de equilíbrio por algum momento, ou mesmo por grande parte do tempo. É possível que de alguma forma, o sistema tenha conseguido sufocar você, mesmo após tanto tempo nesse processo do despertar pelo qual passou nos últimos anos.

Mesmo tendo alcançado a clareza e esteja em pleno processo de expansão de consciência, você deve ter desanimado, sentido medo, se entregado à grande onda de pavor que tomou conta do planeta.

Mas você não precisa sentir culpa por ter se desequilibrado. Sua atual experiência humana te permite sentir as dores da humanidade. Mas não foi para isso que você veio.

Você veio porque em algum momento, antes de nascer e habitar pela primeira vez neste planeta, você se voluntariou para experienciar o processo de expansão de consciência de Gaia e da humanidade, em conjunto. Você se voluntariou para ser parte disso tudo isso como agente e não como vítima.

Enquanto voluntário, você sabia que tudo o que experienciasse seria agregado ao seu processo de expansão individual de forma irrevogável e mais rápida do que se permanecesse nos planos mais sutis. Você sabia que haveria percepção de dor, mas a sua decisão de participar do projeto por amor foi mais forte do que o medo.

Isso significa que tudo o que você está experienciando hoje é parte da sua escolha. Apesar de parecer uma imposição, você tem o livre arbítrio para mudar suas decisões a qualquer momento.

Porém, é imensamente necessário que você se recorde que, sendo uma alma voluntária, antiga, portadora de uma missão individual e coletiva, está sempre no lugar certo, na hora certa, fazendo a coisa certa. A não ser quando você se esquece de sua verdadeira essência. E ainda assim, está sempre sendo guiado a retomar o caminho planejado.

É por isso que é importante se lembrar que você pode se adaptar à momentânea situação e se ajustar aos acontecimentos, buscando manter sua saúde e sua vida através dos devidos cuidados com o seu templo, com a convicção de que a experiência é passageira, mas a expansão é permanente.

Por isso, quando os sentimentos de baixas vibrações insistirem em se manifestar no seu interior, lembre-se que a Fonte criadora existe através de você.

A sua missão aqui neste plano tem sido fortemente guiada por Ela, especialmente quando você está com o coração cheio de esperança e amor. O que poderia acontecer de errado com a própria Fonte, que está utilizando como meio o seu templo, o seu corpo, a sua individualidade, para fazer cumprir esse processo de transição?

Não há nada mais importante do que a missão que assumiu consigo e com a Fonte ao se voluntariar para esta existência. Portanto, nada do que aconteça com você, por mais assustador ou incompreensível que seja, está contra o seu plano Superior. Você não será retirado deste templo antes de ter cumprido o planejado. E, se já a tiver cumprido, por que motivo desejará permanecer? A vida nunca acaba. Ela flui em você, independente de ter um corpo físico ou não.

Cumpra os protocolos, faça o melhor para preservar a vida, mas não mergulhe na desesperança. Apenas permita que se manifeste o Ser que vem se preparando ao longo de muitas vidas para este momento.

Não há nada de grandioso a ser feito. A missão não se trata de fazer, mas de Ser. Quando você se recordar quem é, nada mais poderá te impedir de irradiar a luz que ajudará a dissipar toda treva que se instalou.

Ser luz, buscar a autorrealização e a alegria incondicional. Essa é a sua maior missão. Já é tempo de se lembrar.
Eleve seus olhos e inspire a vida que flui através de você.
Ela te mostrará o caminho.


Nota da autora:

Esse texto foi escrito originalmente em abril de 2020, bem no início da quarentena aqui no Brasil. Por motivos de força maior, por consequência de acontecimentos em minha vida pessoal, não consegui publicar na época. Em maio de 2020 gravei um áudio com o conteúdo da mensagem e disponibilizei um vídeo no no nosso canal do YouTube.

Depois de quase um ano, senti que era o momento de compartilhar este texto em sua forma original, por escrito. Pois tenho certeza que muitos estão passando por momentos de dúvidas sobre sua real missão, e talvez essa mensagem possa trazer algum conforto.

Com amor,

D.C.B

Sugestões de posts similares que possam interessar

Lembre-se de quem você é

Quando dizemos que você não veio para evoluir, mas apenas se lembrar que você é, significa que essa lembrança não virá como memórias da mente humana. Não virá como recordação de fatos, momentos vividos ou vidas passadas.

Virá como um "sentimento" de unidade. Um sentimento de que tudo o que existe não está separado, mas é uma extensão de você. E a partir desse momento sua vida já não será comum. Será impossível viver como se nada ao seu redor fosse sua responsabilidade.

Portanto, recordar-se é sentir que não há separação entre você e o mundo, as pessoas e a existência.

Quando você se "recordar", até mesmo sua alimentação, o seu vestir e agir serão manifestações de profundo amor pela vida como um todo. Você não terá dúvidas, não terá medo, terá apenas a inspiração de ser no mundo a manifestação da unicidade.

Não espere que essa consciência venha de um nível mental, tradicional, óbvio, para então se sentir agente de um novo mundo. Conecte-se com o improvável, o invisível, o inexplicável. Pois nada de novo virá da mente física. Ela só trabalha com o que é conhecido.

Mas a recordação da unicidade vem da alma. E ela só é acessada através da não-mente. Silencie, observe e sinta.

D.C.B

lembre-se de quem você é

Expansão consciente ou inconsciente?

Quando você opta pela expansão de consciência, a vida vai te trazer situações que irão destruir tudo aquilo que você não é. Essas situações muitas vezes chegarão como açoites e causarão uma percepção de dor ou sofrimento.

Isso se repetirá até que cada ilusão que você tem sobre a vida seja eliminada. Nesse momento você retorna ao ponto zero. O ponto onde você se torna a própria manifestação da consciência universal.

Portanto, se você optou pelo caminho da consciência, abra-se o quanto antes para o campo das infinitas possibilidades, quebre seus paradigmas, quebre a sua auto-imagem, abandone a bagagem histórica do seu personagem.

Entenda que a vida vai doer de qualquer forma, mas a consciência transcende o sofrimento. Para aqueles que optam por expandir, o processo será acelerado. As situações propulsoras da limpeza virão como avalanches. Isso pode causar medo e paralisação. Mas optar por não expandir trará ainda mais percepção de dor.

Portanto, a expansão não é uma opção, é uma lei. Porém, quando você decide pela expansão conscientemente, está tomando posse do seu poder de criador e contribuindo com o Plano Maior de forma voluntária.

Portanto, a expansão não é uma opção, é uma lei. Porém, quando você decide pela expansão conscientemente, está tomando posse do seu poder de criador e contribuindo com o Plano Maior de forma voluntária.

Nós não viemos para sofrer, viemos para vivenciar a experiência humana de forma plena. Mas isso requer coragem, amor e entrega ao milagre da existência.

D.C.B

Rolar para o topo